• PDIA

As mídias sociais causam depressão?






Estudos mostraram que crianças e adolesecntes que passam mais tempo no Instagram, Facebook e outras plataformas apresentam uma taxa de depressão relatada substancialmente  mais alta do que aqueles que passaram menos tempo. Isso significa que o Instagram e o Facebook estão realmente causando depressão? Não, já que esses estudos mostram uma correlação, não causalidade. Mas é bom ficarmos atentos!


Etapas que você pode seguir para garantir o uso saudável das mídias sociais:


  • Concentre-se no equilíbrio: garanta que seus filhos também estejam envolvidos em interação social offline e tenha tempo para atividades que ajudem a criar identidade e autoconfiança.

  • Desativar notificações: os desenvolvedores de aplicativos estão ficando cada vez mais agressivos com as notificações para atrair os usuários a interromper o que estão fazendo para se envolver constantemente com seus telefones.

  • Cuidado com as meninas com maior risco de depressão: monitore as meninas que estão passando por um momento particularmente difícil ou que estão sob estresse incomum. Os efeitos negativos das mídias sociais podem ter mais impacto quando a confiança diminui.

  • Ensine o uso consciente das mídias sociais: incentive os adolescentes a serem honestos com eles mesmos sobre como o tempo gasto nas mídias sociais os faz sentir e a se desvencilharem das interações que aumentam o estresse ou a infelicidade.

  • Restrição e equilíbrio de modelo em sua própria dieta de mídia: dê um exemplo ao se desmembrar da mídia para passar um tempo de qualidade em família juntos, incluindo jantares sem telefone e outras atividades. As crianças podem resistir, mas sentirão os benefícios.

  • Tempo sem telefone antes de dormir: aplique uma política de ausência de smartphones no quarto após um horário específico e durante a noite. Use um despertador antiquado para acordar.


4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo